Tensividades, potências e o plano comum: ainda é possível??